logo-ispup-color.svg
logo-covid-19.png

Fórum

A Organização Mundial da Saúde (OMS) atribuiu o nome de COVID-19 à doença provocada por um novo coronavírus. Este vírus, responsável por infeções respiratórias graves, foi identificado em humanos, em 7 de janeiro de 2020, na sequência de um surto de pneumonia reconhecido, em dezembro de 2019, na cidade chinesa de Wuhan, província de Hubei. Entretanto, foram diagnosticados milhares de casos na China e igualmente confirmados casos de COVID-19 em todos os continentes e declarada em 30 de janeiro de 2020 o estado de emergência de saúde pública de âmbito internacional.

Tendo em conta a atualidade, a dispersão dos casos e a necessidade de esclarecimento continuado sobre as caraterísticas deste problema de saúde pública, o Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP) abre este fórum para incentivar os cidadãos a colocarem as suas dúvidas sobre questões relacionadas com a COVID-19.

Neste espaço, sujeito a moderação, todos são convidados a colocarem as suas dúvidas, as quais serão respondidas por investigadores do ISPUP, em colaboração com a Unidade de Doenças Emergentes do Serviço de Doenças Infeciosas do Centro Hospitalar Universitário de São João.

Informamos que as respostas às questões colocadas são dadas, de acordo com a evidência científica disponível, até à data.

Pedimos, por favor, que verifique no fórum, e neste conjunto de Perguntas Frequentes (FAQs), se a resposta à sua questão já foi respondida. Basta clicar no tópico, para ter acesso ao documento com as questões. 

- O Vírus e a Doença

- Como se pode transmitir? Quem poderá estar doente?

- Como nos podemos proteger?

- Estou em risco?

- Como manter a minha saúde mental?

- Qual a resposta do SNS?

- Funerais, animais, viagens e encomendas

- Mitos e Notícias falsas

Tenha em consideração que, devido ao elevado número de questões que estamos a receber, daremos prioridade de resposta a perguntas que ainda não estão repetidas no fórum. Caso necessite de algum esclarecimento adicional, por considerar que alguma resposta não está compreensível, pode entrar em contacto connosco, através do e-mail: [email protected]

Consulte a Política de Privacidade do Fórum COVID-19 do ISPUP, AQUI

Se quiser ajudar a Ciência no contexto da pandemia de COVID-19, dedique cerca de 5 a 10 minutos do seu dia, para participar no estudo "Diários de uma pandemia". O estudo, desenvolvido pelo ISPUP e pelo INESC TEC, em parceria com o jornal Público, convida os cidadãos a responderem diariamente a um conjunto de perguntas, que ajudarão a compreender a evolução da vida dos Portugueses, ao longo da pandemia de COVID-19. Participe, AQUI

Questões

Tenho uma pequena dúvida que gostava de ver esclarecida. Ontem dirigi-me ao centro de saúde, com sinais de uma amigdalite que, como é óbvio, provoca febre. Pelo facto de ter apresentado febre pediram-me que esperasse lá fora, e eu isso compreendi. Quando disse que pensava ter uma amigdalite, disseram-me que não me tinham pedido opinião e mandaram-me ir fazer o teste da covid-19. Recorri a outro profissional de saúde que me examinou e constatou que, de facto, eu tinha as amígdalas cheias de pus, e que seria uma amigdalite. Tomei o antibiótico 2 vezes e nunca mais tive febre, continuo com as amígdalas visivelmente cheias de pus, e nunca mais apresentei febre. Porém, não param de me ligar para ir fazer o teste, o qual não consegui marcar pois não o realizam aos fins de semana e não vejo qual a necessidade de tal. Gostava que me dessem uma opinião sobre este assunto e o que posso fazer para evitar ter que sair de casa, uma vez que sou uma pessoa que tem pânico de o fazer por ter medo de contrair o vírus e que não sai de casa há imenso tempo. Basicamente, se eu não tivesse entrado em contacto com outro profissional de saúde, estava tramada e com as minhas amígdalas a crescer de dia para dia, pois para ser observada no centro de saúde teria de fazer o teste da covid-19 primeiro, e não o fazem ao fim de semana. Portanto, pelos meus cálculos, estaria mais 4/5 dias neste estado.

25 mai 2020

Numa casa arrendada para as férias, enquanto a minha família está lá alojada, podemos usar os aparelhos de ar condicionado?

25 mai 2020

Num prédio com uma piscina descoberta no topo (com tratamento da água), e nesta fase de desconfinamento, deve continuar a ser interditado o acesso à mesma ou pode ser utilizada pelos condóminos? Podem estabelecer-se regras de uso, como por exemplo, utilização isolada de cada família/condómino por um período pré-estabelecido (1 hora por exemplo)? Ou nesta fase deve ser mesmo interdito o uso, tal como nos desportos ao ar livre em que não podem ser utilizadas piscinas?

25 mai 2020

Li a resposta anterior sobre doenças autoimunes. Sou portadora de psoríase + artrite psoriática sob terapêutica biológica (adalimumab) e sou enfermeira. Não tenho estado a trabalhar há 2 meses. No entanto, em junho, terei de tomar a decisão de voltar ou não. No meu caso em específico, considera pertinente voltar ao trabalho?

22 mai 2020

Tenho muitas dores de cabeça, dores no corpo, falta de ar (asma)? Tenho estes sintomas desde o dia 29 de abril. Fiz dois testes que deram negativo. Mas, quando fui hoje ao médico, dizem que deve ser COVID-19. É possível que seja, tendo em conta que tive dois testes negativos e nunca ter tido um positivo?

Qual o interesse de indivíduos assintomáticos fazerem testes de imunidade da COVID-19 (anticorpos igG e igM) para saber se tiveram contato com o vírus sem terem desenvolvido sintomas? Esses testes são fiáveis? E, no caso particular de um indivíduo que teve uma constipação ligeira, em meados de março de 2020, na altura não considerado caso suspeito, porque estávamos em fase de contenção e não tinha link epidemiológico? Tem interesse fazer o rastreio desses anticorpos?

11 mai 2020

Gostava de saber quando estarão disponíveis os testes de imunidade à COVID-19 para a comunidade da U.Porto, e em que condições irão funcionar?

09 mai 2020

Sofro de uma doença autoimune, estando em teletrabalho desde o início de março. Agora, com o fim do estado de emergência, põe-se a possibilidade de ter de regressar ao trabalho, o que me está a deixar ansiosa. No meu caso, posso regressar ao trabalho? E que medidas devo adotar? As que estão definidas para todas as pessoas ou há medidas especificas para as pessoas na minha situação?

08 mai 2020

Uma pessoa jovem com válvula da aórtica quase bicúspide, é considerado de risco para efeitos da COVID-19?

08 mai 2020

É possível ou não o vírus ser transmitido através do fumo do cigarro exalado, se quem o estiver a fumar estiver positivo para COVID-19?

08 mai 2020